Cloridrato de Sertralina

Em meio a tantos acontecimentos, certamente adoecemos e precisamos de algum tipo de acompanhamento médico. Nossas rotinas agitadas são fundamentais para a geração de alguns quadros de doença e o tratamento indicado, geralmente envolve medicamento.

Aí temos vários “especialistas” que indicam remédios naturais que prometem isso ou fazem aquilo sem agredir o organismo. Um dos medicamentos que tem tomado espaço nas discussões médicas é o cloridrato de sertralina.

Um composto que ajuda em diversos sintomas específicos, e é o que vamos falar mais a frente, junto com as contraindicações e efeitos colaterais do seu uso.

O que é Sertralina?

sertralina 50mgA sertralina é um antidepressivo em um grupo de medicamentos chamados inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs). A sertralina afeta substâncias químicas no cérebro que podem se tornar desequilibradas e causar depressão, pânico, ansiedade ou sintomas obsessivo-compulsivos.

 

Qual a composição?

Cada cápsula traz:

  • cloridrato de sertalina…………… 56 mg

(correspondente a 50 mg de sertalina)

  • excipientes q.s.p. …………………. 1 cápsula

(hipromelose, celulose microcristalina, dióxido de titânio, amidoglicolato de sódio, estearato de magnésio, macrogol, hiprolose, corante laca amarelo crepúsculo, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado).

Para quê serve

SertralinaO cloridrato de sertralina é um medicamento indicado para tratamento de casos de depressão ou ansiedade. Pode também agir em casos de transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e em episódios de síndrome do pânico.

Além disso, pode ser útil nos casos de:

  • Ansiedade social;
  • Fobias;
  • Estresses pós-traumáticos.
Ela tem efeito sobre a serotonina tendo ação localizada, fazendo com que os sintomas sejam aliviados.

Por ser um medicamento com ação específica é necessário um acompanhamento com médico especializado. Pode ser usado para crianças ou adultos, sendo a dosagem da substância avaliada por algum médico.

Seus efeitos costumam aparecer em um prazo de 7 dias após o uso, e a partir daí a avaliação médica precisa ser constante. Isso porque a dosagem deve ser diminuída aos poucos, até que o problema em si possa ser solucionado e a pessoa viva sem o uso contínuo de remédio.

O uso constante sem prescrição pode levar a casos de dependências, já que age diretamente na produção de hormônios. Por isso é muito importante que ao se utilizar este tipo de medicamento, todos os passos e indicações médicas sejam seguidos à risca.

Para quem é indicado?

A sertralina é usada no tratamento de pessoas com:

  • Depressão;
  • Ataques de pânico;
  • Transtorno obsessivo compulsivo;
  • Transtorno de estresse pós-traumático;
  • Transtorno de ansiedade social ( fobia social );
  • E uma forma grave de síndrome pré-menstrual ( transtorno disfórico pré-menstrual ).

Cloridrato de sertralina emagrece

Sertralina não emagrece ou engorda, mas pode ajudar os indivíduos com problemas de ansiedade a conter o impulso alimentar e, sendo assim, a perder peso.

Emagrecer

Diminuindo a ansiedade, presente nos transtornos psiquiátricos, há uma chance de auxiliar para que a pessoa consiga ter um melhor controle da sua ingestão de alimentos e optar por uma alimentação mais equilibrada. Além disso, em algumas pessoas, pode causar enjoos e falta de apetite, entre outros efeitos colaterais, o que pode dificultar a ingestão de alimentos e também levar à perda de peso.

Cloridrato de sertralina dá sono?

Sim, um dos efeitos colaterais deste medicamento é a sonolência ou até mesmo insônia.

Efeitos colaterais do cloridrato de sertralina

efeitos colateraisOs efeitos gerados pelo cloridrato de sertralina podem ser dos mais diversos e devem ser observados atentamente. Alguns levantamentos apontam para o risco de fratura óssea, mesmo que não haja nenhuma evidência do motivo. Pessoas com histórico de glaucoma devem ter cuidado e atenção com o uso, já que tem efeitos ligados à dilatação de pupila e afins.

O cuidado se dá pelo fato de que a dilatação pode causar um aumento de pressão intraocular, podendo agravar algum outro quadro.

Podem ocorrer ideações suicidas decorrentes do início do tratamento ou depois da mudança de dosagem. Por este motivo é essencial à prescrição médica e acompanhamento do quadro pelos próprios familiares.

É importante que o paciente evite dirigir ou operar máquinas pesadas durante o tratamento, já que o mesmo altera o nível de atenção. Outros efeitos são os mais comuns: dores de cabeça, náuseas, insônia ou sonolência, diarreia e até fadiga.

Eventualmente podem ocorrer episódios de diminuição de apetite, que pode levar a pessoa a emagrecer, não sendo finalidade do medicamento. É importante que as pessoas saibam que o emagrecimento é fruto de um dos efeitos, não sendo indicado para este fim.

Contraindicações

emagrece ou engordaO uso do cloridrato de sertralina não é indicado para quem tem histórico de alergia à substância específica: a sertralina. Caso tenha algum tipo de alergia com os derivados, também não é indicado o uso, já que pode causar maiores complicações.

Isso é algo comum a qualquer medicamento que seja usado e por isso uma avaliação prévia é tão necessária. Caso esteja usando algum tipo de antidepressivo do tipo inibidor da monoaminoxidase (IMAO) também deve repensar o uso.

A combinação do cloridrato de sertralina com IMAO não costuma produzir bons efeitos, podendo até ser fatal.

Crianças com menos de 6 anos também não podem fazer uso da substância, já que pode ser prejudicial ao desenvolvimento.

Sendo assim, também não é indicado a grávidas e lactantes, pelo risco de que a substância chegue ao bebê, gerando malefícios. Em todos os casos o acompanhamento médico é indicado para que o efeito do tratamento seja garantido.

Qualquer outro tipo de combinação deve ser comunicada ao médico especialista, para que o mesmo dê as indicações necessárias. Assim, se evita maiores problemas em decorrência do medicamento. Problemas que podem ser irreversíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *