Cloridrato de Metformina

O Que é Metformina?

O cloridrato de metformina é um composto receitado e indicado para tratamento de diabetes tipo dois. Pode ser associado a outro antidiabético oral ou ser combinado com dietas. Se for usado para tratamento de diabetes tipo um, deve ser associado ao uso de insulina. Eventualmente pode servir também para tratamento de ovários policísticos.

Por ser um medicamento tão específico, em geral só é adquirido com receita, já que age no tratamento de diabetes como citado anteriormente. Por isso o acompanhamento médico é essencial para quem quer fazer uso do medicamento.

Quais são os componentes?

ComponentesO cloridrato de metformina pode ser adquirido nas versões de 500 mg, 850 mg ou 1 g. Sua composição conta com:

  • Celulose microcristalina;
  • Crospovidona;
  • Estearato de magnésio;
  • Hipromelose;
  • Povidona;
  • Macrogol e dióxido de silício.

Ao ser adquirido você pode verificar os teores e concentrações para cada dosagem.

Sua ação fará a regulação imediata dos níveis de açúcar no sangue. Mais especificamente vai alterar o metabolismo, de modo que os níveis de açúcar possam se manter controlados.

Seja com combinações medicamentosas ou de dietas sua ação é rapidamente percebida e dá resultado em pouco tempo. A verdade é que o medicamento serve para fazer um tipo de controle do nível de açúcar de modo que o corpo possa diminuir sua quantidade frente à insulina que é produzida (ou não) pelo corpo.

A dosagem somente pode ser feita através de avaliação médica, bem como a sua administração. A dosagem indicada pode variar de acordo com a idade, peso, tempo de doença, ou se o paciente faz uso de outros medicamentos, exercícios físicos ou dietas que ajudem a regular a diabetes ou o peso.

Para que serve?

MetforminaComo apontado anteriormente, o cloridrato de metformina é indicado para tratamento de casos de diabetes tipo 2. Eventualmente é receitado para tratamento de diabetes tipo 1, sendo este somente receitado com combinação do tratamento com insulina. Em outras palavras, o tratamento com insulina não pode ser substituído pelo cloridrato de metformina.

No entanto, alguns casos apontaram que mulheres que faziam uso do medicamento também apresentaram evolução no caso dos ovários policísticos, sendo também um tipo de ação secundária do medicamento. Outros casos apontaram perda de peso decorrente do seu uso.

Para quem é indicado?

Indicações CloridratoNo quesito idade não se têm muitas restrições de acordo com o uso. No entanto gestantes devem ter acompanhamento médico, e alcoólatras, pessoas com disfunções nos rins ou no fígado, infecções respiratórias ou que tenham alergia a algum dos componentes usados na fórmula devem evitar o uso.

Assim também pessoas que tenham insuficiência cardíaca ou tenham passado recentemente por episódios de infarto do miocárdio. Em qualquer um dos casos citados, você deve se consultar com um médico para avaliar a viabilidade de uso do medicamento, para que este não gere maiores consequências.

Cloridrato de metformina emagrece?

Já dissemos que o cloridrato de metformina é utilizado para tratamentos de diabetes tipo 2. Acontece que esse tipo de diabetes é comum em pessoas com quadros de obesidade. Com menos açúcar no sangue e com a melhora do funcionamento do pâncreas, a tendência é que haja perda de peso, ou gordura.

No entanto vale ressaltar que não é essa a finalidade do medicamento. O cloridrato de metformina serve para tratamento de diabetes e não é um remédio para emagrecer. Vários podem ser os motivos pelos quais uma pessoa engorda, e não necessariamente por diabetes tipo 2.

Emagrece

O emagrecimento é um dos efeitos gerados através do uso do medicamento, e por isso deve ser visto com cuidado. Além disso, uma dieta balanceada e atividade física também contribuem para a perda de peso e melhora no quadro de diabetes, por isso, a indicação é que o cloridrato de metformina acompanhe algum outro medicamento ou rotina.

Efeitos colaterais

Efeitos ColateraisO uso de qualquer medicamento pode gerar reações adversas em qualquer pessoa. No caso do cloridrato de metformina existem casos de reações digestivas desagradáveis. Essas reações são comuns no início do tratamento, desaparecendo aos poucos. Por isso, recomenda-se que seja administrado durante as refeições. Os efeitos colaterais são:

  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dores de cabeça;
  • Diarreia.

Essa estratégia serve para atenuar os efeitos causados pelo uso do medicamento, de modo que os sintomas sejam minimizados e sua ação não seja afetada, cumprindo com sua finalidade sem interferência no dia a dia ou no bem-estar do paciente.

Por ser um produto pouco tóxico, não há registros de problemas por superdosagens. No entanto é essencial que a dosagem utilizada seja indicada pelo médico, bem como sua reavaliação contínua, sem que os problemas decorrentes de diabetes possam progredir e sua rotina possa ser preservada.

Caso precise e queira iniciar o tratamento com cloridrato de metformina, procure um médico e faça uma avaliação. Assim você pode desfrutar dos benefícios do medicamento ao mesmo tempo em que trata a sua doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *