Cloridrato de Fluoxetina

O cloridrato de fluoxetina é mais um dos medicamentos que costumam ser usados, e rapidamente ganhou seguidores. Um ansiolítico que volta e meia é ligado a emagrecimento, e em meio a desejo de perder peso logo ganhou de vez o mercado.

Mas será que emagrece? Será que tem efeitos colaterais? Quais são os riscos do seu uso e objetivo desse medicamento?

É o que vamos responder, trazendo contraindicações e algumas dicas caso necessite do medicamento para resolução de um problema específico.

Assim você poderá conhecer melhor o medicamento e saber se de fato é indicado para a sua situação, sem correr grandes riscos desnecessários.

O que é Fluoxetina?

A fluoxetina é um antidepressivo inibidor seletivo da recaptação da serotonina (ISRS). A fluoxetina afeta substâncias químicas no cérebro que podem estar desequilibradas em pessoas com depressão, pânico, ansiedade ou sintomas obsessivo-compulsivos.

Qual a composição?

Cada cápsula de Cloridrato de Fluoxetina com 20 mg contém:

  • (correspondente  a 20 mg de Fluoxetina) ………………..… 22,36 mg
  • Excipientes q.s.p……….…………….……..………….1 cápsula
  • Excipientes: amido pré-gelatinizado, celulose microcristalina e talco.

Para que serve

BulaComo já dito, o cloridrato de fluoxetina é um ansiolítico, ou seja, é usado para casos de:

  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Bulimia.

Eventualmente pode ser útil também para casos de transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e casos graves de disforias.

De modo geral ele atua diretamente na produção hormonal, aumentando os níveis de serotonina produzidos no cérebro. A resposta é rápida, sendo observadas as mudanças em poucas semanas de uso, visto a eficácia já comprovada.

Sendo assim, a visita e retorno ao médico é sempre indicada, para que a dosagem seja ajustada visando a remissão. Por ter atuação direta nos níveis de hormônio é interessante estar atento às doses diárias indicadas, e o acompanhamento indicado.

E justamente por isso a avaliação sempre é necessária, de modo que o tratamento seja o mais curto possível. Alguns estudos mostram que em casos de uso por maior tempo geram dependência, além de complicações com a produção natural de serotonina.

Serve para emagrecimento? Vale a pena?

A priori a composição, que tem como funcionalidade tratar a ansiedade e a depressão, e mesmo sem , é capaz de levar ao emagrecimento, pois auxilia no controle a ansiedade, que é um fator relevante que leva muitas vezes a pessoa a comer acima do que é preciso mesmo quando está sem fome.

Além disso, um entre um dos efeitos colaterais da fluoxetina é a mudança no paladar e a diminuição da vontade de comer, fazendo com que a pessoa tenha menos apetite e vontade de comer, consequentemente contribuindo para a perda de peso.

emagrecer

A fluoxetina também viabiliza o bem-estar pois faz com que aumente o nível de serotonina no sangue, diminuindo os sintomas ligados a depressão. Contudo, em alguns casos, o cloridrato de fluoxetina pode  até engordar, devido ao aumento do apetite, tendo efeito reverso ao esperado.

Apesar de funcionar a favor do emagrecimento, a fluoxetina geralmente não é recomendada por um médico com este fim. Esse tipo de medicação só deve ser utilizada sob prescrição e orientação médica.

Para quem é indicado?

Fluoxetina é usado para tratar  pessoas com:

  • Ataques de pânico;
  • Transtorno obsessivo compulsivo;
  • Um certo transtorno alimentar (bulimia);
  • E uma forma grave de síndrome pré-menstrual (transtorno disfórico pré-menstrual).

Não dá para também fazer o uso por demanda espontânea, necessitando prescrição médica e acompanhamento. É importante saber o motivo pelo qual o medicamento é necessário, já que seu uso é bastante restrito.

Efeitos colaterais

da sonoComo qualquer outro medicamento o cloridrato de fluoxetina pode causar efeitos colaterais, eventualmente indicados pelo especialista.

Alguns sintomas são normais e típicos do medicamento, outros podem ser decorrentes de reações não desejadas ou mau uso. Neste último caso é imprescindível que volte ao médico e relate o acontecimento para que seja feita nova avaliação.

O cloridrato de fluoxetina costuma causar:

  • Vômitos;
  • Náuseas;
  • Diarreias;
  • Alterações significativas no sono.

Além disso, pode causar alterações no humor e na visão, de modo que é preciso atenção a todos os sintomas, e o repouso necessário.

Também pode causar alterações no apetite podendo causar redução do mesmo e por isso pode ajudar no emagrecimento. No entanto não é a finalidade do medicamento e por isso é preciso que seja pensado o seu uso para o seu alvo específico.

É natural que as pessoas possam apontar o emagrecimento como consequência do seu uso, e até indicar para este fim. Mas a verdade é que esse é só um dos efeitos causados pelo medicamento, não sendo sua ação específica.

Isso significa que seu alvo é a produção de serotonina para fins de redução ou tratamento de ansiedade e não para emagrecer. O uso contínuo deste medicamento pode causar diversos problemas de ordens hormonais e, além disso, causar dependência.

Contraindicações e riscos

remédioPor ser um medicamento tão poderoso e com ação nos níveis hormonais não é indicado para todas as pessoas. Pacientes que já façam tratamento com inibidores da monoaminoxidase(IMAO) não podem fazer uso deste medicamento.

Somente em caso de acompanhamento médico e suspensão dos mesmos, para que se inicie o tratamento com cloridrato de fluoxetina. Em geral são indicados pelo menos 15 dias de suspensão para que se possa usar o medicamento isolado.

A combinação do cloridrato de fluoxetina com IMAO pode até ser fatal, não sendo indicado em nenhuma hipótese. O cloridrato de fluoxetina não deve ser usado por menores de 18 anos, e também não é indicado para gestantes e lactantes.

A chance de que o medicamento atinja o feto ou passe para o bebê no ato da amamentação é altíssima. Isso acarretaria problemas no desenvolvimento da criança e por isso não se pode fazer o uso nestas condições.

Antes de optar pelo uso do cloridrato de fluoxetina é importante avaliar a real necessidade e se é indicado para seu caso. Isso é importante para que o tratamento flua da maneira que se espera e possa alcançar os resultados esperados.

Onde encontrar

FLUOXETINAPor ser um medicamento com finalidade específica, só pode ser adquirido com prescrição e acompanhamento médico. Custa em média de R$ 30 a R$ 41.

Nas farmácias comuns e de manipulação é possível fazer a sua compra, geralmente só com a receita em mãos.

Na internet também é possível achar, mas é preciso estar atento com a procedência e produção do medicamento. Caso seja necessário o uso, busque ajuda médica e evite o uso por motivação própria ou sem acompanhamentos específicos, para que não sejam gerados novos problemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *