Cloridrato de Ciclobenzaprina

Na era de uso excessivo de medicamentos, alguns são bem simples e resolvem de imediato qualquer problema.Seja pelas vias naturais com chás ou folhas, ou por vias sintéticas, com drogas produzidas em laboratórios, sempre precisamos de um remédio.

Para aquela dor de cabeça, desconforto muscular, indisposição insônia… Qualquer que seja o motivo é sempre bom ter um medicamento por perto. No caso do cloridrato de ciclobenzaprina se sabe pouco, e nem sempre é lembrado nos casos em que se necessita o uso. Por isso vamos trazer de modo resumido para que serve o medicamento, as contraindicações e efeitos causados.

O que é Ciclobenzaprina?

A ciclobenzaprina é um relaxante muscular. Funciona bloqueando os impulsos nervosos (ou sensações de dor) que são enviados para o cérebro.

A ciclobenzaprina é usada em conjunto com repouso e fisioterapia para tratar condições musculares esqueléticas, como dor ou lesão. Cyclobenzaprine também pode ser usado para fins não listados neste guia de medicação.

Cyclobenzaprine é usado para ajudar a relaxar certos músculos do seu corpo. Ajuda a aliviar a dor, a rigidez e o desconforto causados ​​por entorses, tensões ou lesões nos músculos.

Qual a composição do cloridrato de ciclobenzaprina?

Cada comprimido revestido de cloridrato de ciclobenzaprina de 5 mg contém: celulose microcristalina, fosfato tricálcico, croscarmelose sódica, lactose, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, dióxido de titânio e óxido férrico amarelo.

Cada comprimido revestido de cloridrato de ciclobenzaprina de 10 mg contém: celulose microcristalina, fosfato tricálcico, croscarmelose sódica, lactose, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, dióxido de titânio e óxido férrico amarelo.

Para quem é indicado a ciclobenzaprina?

Indicações da ciclobenzaprinaPara quem sempre está praticando atividade física de intensidade e quer se livrar dos incômodos, é uma boa pedida. Não se tem certeza sobre como o cloridrato de ciclobenzaprina atua, mas a suspeita é que age diretamente no cérebro.

Sua atuação se dá através da inibição de neurotransmissores que emitem os sinais de dor ou desconforto. Pode ser extremamente eficaz nos casos de lombalgia, torcicolo e fibromialgia, aliviando as dores que são causadas, podendo ser usado também como um anti-inflamatório.

 para que serve

Seu uso também é indicado com combinações a outros medicamentos, já que sua atuação é bem específica. Além disso, é altamente indicado nos acompanhamentos realizados em fisioterapias ou repousos.

Qualquer que seja a atividade, seja ela que exija maior trabalho muscular ou não, se tiver desconforto o cloridrato de ciclobenzaprina pode ser usado. Em geral o seu uso recomendado é de 15 a 21 dias, não sendo possível a continuidade do uso, sob risco de efeitos colaterais graves.

É um bom relaxante muscular? dá sono?

O cloridrato de ciclobenzaprina costuma ser usado para tratar lesões musculares, sendo um excelente relaxante muscular.

cloridrato relaxante muscular

Seja dor, rigidez ou lesão mais grave, os sintomas são amenizados após o uso do medicamento, ajudando na melhora do quadro.

Sim, a sonolência também é um dos efeitos possíveis do cloridrato de ciclobenzaprina, e por isso é preciso estar bastante atento.

Contraindicações e riscos

contraindicações CiclobenzaprinaComo qualquer medicamento existe algumas restrições de uso que devem ser observadas atentamente. Isso serve para evitar complicações maiores e que podem prejudicar no tratamento ou até gerar um quadro de piora nos sintomas.

O cloridrato de ciclobenzaprina não é recomendado para pessoas que tenham glaucoma ou problemas de retenção urinária.

Também não é indicado o uso por pessoas que estão na fase aguda após infarto do miocárdio, já que é relaxante muscular. Caso grávidas precisem do uso, que compareçam a um profissional que acompanhe e prescreva a necessidade de uso do medicamento.

Além destes casos de contraindicação, alguns cuidados devem ser tomados caso a pessoa faça uso do cloridrato de ciclobenzaprina.

Em todos os casos o acompanhamento médico é indicado para que o seu uso não possa gerar maiores complicações. Ser acompanhado pelo médico também é essencial para que outras medidas possam ser tomadas no caso de não solução do sintoma.

Considerando que seu uso é de tempo determinado e que não pode passar de 21 dias, somente o médico pode avaliar a continuidade do uso ou combinações. Seja combinações com exercícios, alimentação ou outras drogas, só poderá ter a ciência e certeza se tiver um profissional especializado responsável.

Efeitos colaterais

efeitos colateraisApesar de ser um medicamento comum e com possibilidades de reações diversas, o clorcccidrato de ciclobenzaprina não apresenta lista muito grande de efeitos causados.

Mas ainda assim é bom estar atento a pequenos sinais que possam apontar algum tipo de reação ao medicamento. Alguns dos sintomas sinalizados se referem a:

  • Boca seca;
  • Tontura;
  • Fadiga;
  • Prisão de ventre;
  • Náusea;
  • Azia.

Obviamente não são sintomas que todos possam desenvolver e muito menos desenvolver todos de uma vez.

É natural que alguns possam aparecer minutos após a ingestão, e pouco tempo depois também desapareça. A sonolência também é um dos efeitos possíveis do cloridrato de ciclobenzaprina, e por isso é preciso estar bastante atento.

Ao fazer uso do medicamento o ideal é que a pessoa evite dirigir ou realizar trabalhos com máquinas pesadas. Também não é indicado que durante o tratamento se realizem trabalhos que exijam vigilância já que não há a garantia de que o corpo esteja alerta.

O uso de álcool não é aconselhado, já que pode potencializar os efeitos colaterais, aumentando significativamente a sonolência. Em casos mais graves, pode causar embriaguez, já que o remédio por si só pode diminuir a vigilância do corpo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *